Pular para o conteúdo
Voltar

Sejudh desenvolve atividades de promoção da saúde e segurança de servidores

Geadss | Sejudh-MT

A | A

A Secretaria de Estado de Justiça e Direitos Humanos, por meio do Comitê Setorial de Saúde e Segurança, realiza periodicamente o desenvolvimento de atividades físicas com os servidores como parte da Política de Saúde e Segurança do Trabalho. Entre as ações estão a avaliação físico-postural, pilates, treino funcional, ginástica laboral nos setores, corrida e caminhada e também atendimento semanal de um massoterapeuta.

Conforme a presidente do comitê setorial da Sejudh, Mara Lúcia Martins Magri, as atividades tem um ótima adesão dos servidores, gerando resultados positivos na prevenção de problemas laborais. As atividades com maior engajamento são a ginástica laboral e a massoterapia, ambas atividades desenvolvidas por servidores da Sejudh”.

A atividade laboral é uma das mais eficazes, pois leva diretamente ao setores as atividades, envolvendo todos os servidores. Em cerca de 15 minutos, o setor pára e recebe a atividade. A educadora física leva uma música, alguns equipamentos para auxiliar na ginástica, e orientações de postura”, conta.

Já as sextas-feiras são reservadas para o massoterapeuta. Ele leva até a secretaria a cadeira especial para a atividade, atende entre 45 e 50 pessoas por semana. No prédio da Sejudh há um total de 400 servidores, mas são atendidas pessoas de outras unidades.

O setor que desenvolve as atividades é formado por um educador físico que também é fisioterapeuta, três psicólogos, três assistentes sociais, uma enfermeira e uma técnica do trabalho, além do apoio de dois estagiários.

Conforme a presidente da comitê, além de continuar as ações já desenvolvidas, a meta é dar andamento na criação das Comissões Locais de Saúde e Segurança do Trabalho, pois devido a realidade das Unidades Penitenciárias e Socioeducativas elas serão um aporte nos eventos críticos que acontecem repetidamente nas referidas unidades.

Ela conta ainda que num segundo momento será feita a sensibilização dos gestores para a aplicação do Programa de Saúde Mental, com o auxílio da Seges, tendo o objetivo de conhecimento da realidade para então fazer o levantamento das necessidades de intervenção junto ao ambiente de trabalho com vistas a qualidade nas outras esferas de sua vida.

 

Histórico

A Gerência de Aplicação, Desenvolvimento, Saúde e Segurança foi criada com o desmembramento da Secretaria de Segurança Pública e a criação da Secretaria de Justiça e Direitos Humanos em março de 2014, com objetivo de executar todos os processos voltados as progressões funcionais, o desenvolvimento através da qualificação dos servidores e a saúde e segurança do trabalhador, foco principal neste contexto, que antes era denominada qualidade de vida.

Tem como função trabalhar com ações que buquem a promoção de saúde e a prevenção de doenças, com vistas a um melhor desempenho da função profissional dos servidores, bem como bem-estar pessoal.

Entretanto, devido as especificidades das atribuições de determinados cargos na Sejudh, se viu necessário um trabalho bem árduo quando o servidor já tem a enfermidade instalada, com acolhimento, orientação e acompanhamento de cada caso.

Com a publicação do Manual de Saúde e Segurança no Trabalho para os Servidores em 2015, que é o balizador das ações da política, foi constituída a Comissão Central de Saúde e Segurança no Trabalho da Seges que fará o estudo para a elaboração do Laudo Técnico de Condições Ambientais de Trabalho – LTCAT - na SEJUDH, que é um dos condicionantes para a viabilização do adicional de insalubridade, em grau mínimo, médio e máximo.

Para tanto em julho de 2015, foi instituído o Comitê Setorial de Saúde e Segurança no Trabalho/SEJUDH, através da portaria nº 050.