Pular para o conteúdo
Voltar

Servidoras e reeducandas são homenageadas

Ao longo do mês de março haverá atividades que visam promover o empodeiramento feminino
Fernanda Nazário | Sejudh/ MT

A | A

Reenducandas das unidades penais de Mato Grosso e servidoras da Secretaria de Justiça e Direitos Humanos (Sejudh) receberam diversas homenagens no Dia Internacional da Mulher, celebrado nesta quinta-feira (08.03). Elas participaram de coffee break, fizeram unha, cabelo, assistiram peças teatrais e também palestras motivacionais de empoderamento feminino.

Organizado pela Superintendência de Política Para Mulheres, o evento em homenagem às servidoras da sede da secretaria, em Cuiabá, contou com momento de reflexão com palestras sobre a valorização da mulher, apresentação musical, sorteio de brindes e ao final do evento foi oferecido um chá da tarde.

“Somos gratas pelas nossas antecessoras que lutaram para que hoje tivéssemos os direitos que elas não tinham. É importante aproveitar essa oportunidade para analisarmos o que a mulher deste século tem contribuído para o progresso das mulheres da futura geração. Já avançamos, mas ainda há muito que conquistar e não podemos parar”, disse a superintendente Mariluci Galdino Delgado.

O secretário da pasta, Fausto Freitas, participou do evento e parabenizou as mulheres pelo poder de resiliência que elas têm ao enfrentarem os dilemas e ainda continuarem na batalha. “Todos nós nascemos de uma mulher. Sem elas, a humanidade não existiria, então, devemos todo carinho e respeito à esses seres de luz”.

A secretária adjunta de Administração Sistêmica, Maria José Garcia, disse estar muito honrada em fazer parte do time feminino do órgão. “Elas não se deixam nivelar abaixo dos homens e isso é importante, já que estamos vivendo em uma época em que as mulheres estão ficando empoderadas”. Compartilhando do mesmo ideal, o secretário adjunto de Direitos Humanos, Zilbo Bertoli Júnior, lembrou que a maior referência de mulher no mundo é a mãe. “Por isso devemos amá-las e respeitá-las”.

Penitenciárias

Também houve ações nas penitenciárias do Estado. Na manhã de quinta, as servidoras da Penitenciária Feminina Ana Maria do Couto, localizada em Cuiabá, participaram de um café da manhã onde ganharam rosas, trufas de chocolate e brindes patrocinados pela Igreja Universal e diretoria da unidade.

No período vespertino, as reeducandas da unidade tiveram uma ‘tarde cultural’ com apresentação de teatro promovido pela Companhia Cena Onze e Escola Estadual Nova Chance. Após a peça, foi oferecido um lanche pela escola.

As atividades continuaram nesta sexta-feira (09.03) com o ‘dia da beleza’. Um grupo de profissionais realizou gratuitamente maquiagem e fez cabelo de cinco internas. A seleção das mulheres que participaram dessa atividade foi realizada pelas próprias reeducandas. Depois de prontas, elas desfilaram.

As servidoras da unidade prisional de Nova Xavantina participaram de um café da manhã. Já no período da tarde foi a vez das internas. Elas tiveram um dia de beleza em comemoração ao dia Internacional das mulheres. Também assistiram palestra com uma missionária da Igreja Assembleia de Deus, filmes de motivação e comeram pipoca, bolo e refrigerante.  O evento foi realizado pela diretoria da unidade em parceria com a promotoria de justiça local, Ministério Público Estadual (MPE), Defensoria Pública e empresários da região.

Na Penitenciária Major Eldo Sá Corrêa, a Mata Grande, localizada em Rondonópolis, as servidoras fizeram uma pausa no meio da tarde para celebrar o dia com sorvetes, bolos e bingo. As internas também foram inclusas nas comemorações. Elas tiveram um dia de beleza onde fizeram unha e cabelo, receberam chocolates e prestigiaram um momento de louvor. Para as atividades desta sexta, a prefeitura da cidade doou bolo e salgados que foram servidos para todas as recuperandas. As homenagens continuam no sábado (10.03) com um culto realizado pela igreja Adna. Após isso, terá lanche e doação de kit hidratação.

Em Tangará da Serra, houve um chá da tarde para servidoras e recuperandas da unidade. As servidoras e reeducandas de Colíder também foram homenageadas, assim como as adolescentes do Sistema Socioeducativo no Complexo Pomeri, localizado na capital.