Pular para o conteúdo
Voltar

Estado registra redução de feminicídio no primeiro semestre deste ano

Por Noelisa Andreola/ Raquel Teixeira

Segundo o Levantamento da Coordenadoria de Estatística e Análise Criminal da Sesp - Secretaria de Estado de Segurança Pública aponta que dos 44 homicídios dolosos registrados contra vítimas femininas em Mato Grosso, no período de janeiro a junho deste ano, 21 deles foram identificados como feminicídios./ Os dados são compilados com base no Sistema de Registro de Ocorrências Policiais e informações fornecidas por unidades da Polícia Judiciária Civil.//

Em comparação com o mesmo período de 2018, a redução foi de 16%./ As ocorrências de feminicídios correspondem a 48% das mortes registradas de vítimas femininas no estado.//

Os números são prévios e podem ter alterações, em função do andamento dos inquéritos policiais, cujas informações são repassadas pelas unidades da PJC e resultam de acompanhamento contínuo./ Os dados são atualizados trimestralmente, em virtude da complexidade do tema.//

O feminicídio é o homicídio praticado contra vítima feminina pela condição dela como mulher (misoginia e menosprezo pela condição feminina ou discriminação de gênero) ou em decorrência de violência doméstica.//

Foram registradas mortes de mulheres em 23 cidades de Mato Grosso. Sorriso teve o maior número (3), seguida de Arenápolis, Cáceres, Cuiabá, Juara, Lucas do Rio Verde, Nobres, Peixoto de Azevedo, Poconé, Primavera do Leste, Rondonópolis, Sapezal e Várzea Grande, todos com dois registros em cada uma das cidades.

As mulheres que precisam de auxílio podem recorrer ao Disque 180, e às Delegacias Especializadas de Defesa da Mulher ou em qualquer delegacia do município que reside.//