Pular para o conteúdo
Voltar

Reeducandos recebem premiação em concurso de redação da DPU

Assessoria | Sesp-MT

- Foto por: Sispen
A | A

A Secretaria Adjunta de Administração Penitenciária entregou nesta semana as premiações encaminhadas pela Defensoria Pública da União referentes ao 4º concurso de redação da instituição, realizado em 2018, que teve a participação de reeducandos do Sistema Penitenciário de Mato Grosso. O tema proposto foi “Promoção dos direitos humanos e garantia do acesso à Justiça”.

As premiações oferecidas ao primeiro colocado são certificado, medalha e um tablet. Ao segundo e terceiro colocados foram entregues medalhas e certificado que dá direito à remição na pena. O aparelho eletrônico somente será utilizado com autorização da unidade.

O evento, realizado na escola do Centro de Ressocialização de Cuiabá, contou com a participação de representantes do Departamento Penitenciário Nacional (Depen), equipe da administração penitenciária, professores da Escola Nova Chance da Secretaria de Educação (Seduc), direção do CRC e da unidade prisional de Sorriso.

Para a elaboração da redação, a Escola Estadual Nova Chance, que atua na oferta de ensino nas unidades prisionais, junto com a equipe gestora das unidades organizou oficinas de estudos para que os participantes tivessem oportunidades treinar a redação. As professoras também foram premiadas e receberam medalha de honra ao mérito e certificado de reconhecimento ao trabalho prestado.

O primeiro colocado foi o reeducando Ricardo Bastos, aluno da professora Juliana Nunes, da unidade Sorriso, com a nota 94,5. Em 2018 era aluno do 2° ano do Ensino Médio e atualmente continua estudando e trabalha na marcenaria da unidade prisional.

A segunda colocação ficou com Genivaldo Rodrigues, aluno da professora Janaina Bezerra, da Cadeira Pública de Jaciara. O terceiro lugar ficou com o reeducando Junior Severiano, aluno da professora Veruza Macedo, do Centro de Ressocialização de Cuiabá (CRC).

A coordenadora do Núcleo de Educação nas Prisões, Fabiana Magalhães, destaca que a participação dos reeducandos em concursos, a exemplo das redações e olimpíadas de conhecimento, incentiva-os aos estudos e os faz enxergar que tem capacidade par buscar outras oportunidades na vida.

O concurso de redação é nacional e destinado a estudantes dos ensinos fundamental e médio, incluindo Educação de Jovens e Adultos, assim como aos adolescentes em cumprimento de medida socioeducativa de internação e adultos privados de liberdade, desde que estejam devidamente matriculados em estabelecimentos de ensino, de acordo com as categorias.

O objetivo principal é despertar nos participantes o interesse por temas relacionados à educação em direitos e cidadania, por meio do incentivo à reflexão e ao debate desses assuntos, nos ambientes educacionais da rede pública de ensino, das unidades prisionais e nas escolas do sistema socioeducativo.

5º Concurso de Redação

As inscrições abertas para o 5º Concurso de Redação da DPU estão abertas e neste ano tem como tema “Defender direitos, evitar desastres: como o acesso à Justiça contribui para o desenvolvimento sustentável”. Para esta edição, a DPU criou duas novas categorias - servidores e as respectivas unidades dos sistemas penitenciário e socioeducativo do país.

Até o dia 09 de outubro as instituições participantes deverão inscrever, no campo específico no site da DPU, os trabalhos que concorrerão ao concurso.