Pular para o conteúdo
Voltar

Cadeia feminina de Cáceres tem sala de aula reformada

Ambiente oferece melhores condições para as aulas ofertadas a 20 reeducandas
Assessoria | Sesp-MT

- Foto por: Sispen
A | A

A sala de aula da Cadeia Pública Feminina da unidade de Cáceres (200 km ao oeste da capital) foi reativada nesta segunda-feira (11.06). A sala é o local de aprendizado de 20 reeducandas que estudam de segunda a sexta-feira, no período matutino, com conteúdo ministrado por três professores da Escola Estadual Nova Chance, unidade da Secretaria de Estado de Educação.

A reforma da sala de aula da unidade prisional feminina teve parceria do Conselho da Comunidade de Cáceres e da Escola Nova Chance.

Projeto Reler

Outra atividade educativa desenvolvida com as reeducandas é o projeto de remição pela leitura, com a parceria do Departamento de Letras da Universidade Estadual de Mato Grosso e Centro de Referência em Direitos Humanos.

O projeto incentiva a leitura, interpretação, análise linguística e produção de textos como relatórios e resenhas críticas, tendo como ponto de partida, desenvolver o hábito de ler.

Conforme prevê recomendação 44/2013 do Conselho Nacional de Justiça, a reeducanda terá o prazo de 21 a 30 dias para a leitura da obra, apresentando ao final do período resenha a respeito do assunto, que será avaliada pela comissão organizadora do projeto. A leitura de obra e produção da resenha possibilita a remição de quatro dias na pena e ao final de até 12 obras efetivamente lidas e avaliadas, a possibilidade de remição de 48 dias, no prazo de um ano. O projeto de extensão é coordenado pela professora Nancy Lopes Yung da Unemat. 

A cadeia feminina abriga atualmente 40 mulheres.