Pular para o conteúdo
Voltar

Serviços voluntários e doações beneficiam escolas públicas da região Sul

Com o trabalho, foram beneficiadas as instituições Escola Técnica Estadual de Rondonópolis, APAES de Rondonópolis e de Pedra Preta e Lar de Idosos Paul Harris.
*Letícia Corrêa | Sesp-MT

- Foto por: Sispen
A | A

Trabalho voluntário coordenado por agentes penitenciários e a mão de obra de reeducandos da Penitenciária Regional Major Eldo Sá Corrêa, em Rondonópolis, levou ações beneficentes durante o mês de maio a três escolas públicas da região, duas delas de atendimento a crianças e adolescentes com deficiências.

As ações fazem parte do projeto da penitenciária em empregar a mão de obra de reeducandos no auxílio a órgãos públicos e entidades filantrópicas. Com o trabalho, foram beneficiadas as instituições Escola Técnica Estadual de Rondonópolis (ETE), Apaes de Rondonópolis e de Pedra Preta e Lar de Idosos Paul Harris.


Limpeza da Apae de Pedra Preta

A limpeza geral da Escola Técnica Estadual, realizada no dia 16 de maio, contou com a participação de sete recuperandos, acompanhados por três agentes penitenciários. A ETE é vinculada à Secretaria de Ciência e Tecnologia do Estado e tem parcerias com o Sistema Penitenciário, com a viabilização de cursos profissionalizantes pelo Pronatec e a cessão de maquinários para a oficina de corte e costura. Diretora da escola, professora Neiva Terezinha de Col, agradeceu a parceria e a colaboração da direção da penitenciária ao ceder os reeducandos para a limpeza do espaço.


Limpeza nas áreas da Escola Técnica de Rondonópolis 

No dia 24 de maio, a equipe fez a limpeza geral, poda de árvores e reforma e pintura do parquinho da Apae de Pedra Preta. A ação contou com a participação de oito reeducandos e quatro agentes penitenciários.

Nesta semana, foi feita doação de 40 quilos de hortaliças para as refeições da Apae de Rondonópolis e 20 quilos para o Lar dos Idosos Paul Harris.

“Todos os servidores se empenham em buscar ações ressocializadoras e ofertar serviços e interação com a sociedade”, afirma o agente penitenciário Sérgio Lira, responsável por liderar as ações e pelo projeto da horta na penitenciária da Mata Grande. 


Doação de hortaliças à Apae de Rondonópolis

Para junho está prevista a limpeza na Escola Estadual Silvestre Gomes Jardim, no bairro Vila Mariana, em Rondonópolis. A ação será realizada por 30 reeducandos que serão monitorados por tornozeleira eletrônica e acompanhados por agentes penitenciários. Também está prevista a doação de verduras cultivadas na horta da penitenciária para as instituições no próximo dia 14, quando os produtos estiverem no ponto de colheita.

A saída dos reeducandos para os trabalhos extramuros são autorizadas pela justiça.

*Estagiária de Jornalismo; texto produzido sob supervisão de Raquel Teixeira