Pular para o conteúdo
Voltar

Central de monitoramento amplia estrutura de trabalho

Novo contrato de fornecimento de tornozeleiras gera economia de aproximadamente R$ 1,6 milhão ao ano para o Estado
Raquel Teixeira | Sejudh-MT

Sejudh-MT
A | A

A Central de Monitoramento Eletrônico do Sistema Penitenciário ganhou um novo espaço, com ampliação de quase 100% da área. A central, localizada na sede da Secretaria de Segurança Pública, ganhou mais estações de trabalho, equipamentos, alojamento e copa.

O secretário de Justiça e Direitos Humanos, Fausto Freitas, inaugurou o local nesta semana com a presença da equipe que atua na Central de Monitoramento e destacou a conquista pelo ambiente digno para que os servidores possam trabalhar com melhor qualidade.

Além do novo local, Fausto ressaltou a economia conseguida com o novo contrato de tornozeleiras, o que gera uma economia de aproximadamente R$ 1,6 milhão ao ano para o Estado. "O contrato anterior tinha um custo mensal por equipamento de R$ 210,45. Com o novo, para 6 mil equipamentos, conseguimos reduzir para R$ 165,60", explicou o gestor.

Gerente da Central de Monitoramento, Leonardo Ferreira, informa que há o monitoramento em tempo integral a todos os custodiados que cumprem pena com o uso de tornozeleiras eletrônicas. "Atualmente, são 2.960 monitorados e pelo sistema é possível saber todos os lugares em que o preso passou e também o tempo que permaneceu em cada local. Com o novo espaço, temos uma estrutura melhor de trabalho, pois a central funciona 24 horas".

O secretário adjunto de Administração Penitenciária, Emanoel Flores, agradeceu o suporte da equipe sistêmica que conseguiu o resultado dentro do contrato com a empresa fornecedora do sistema de monitoramento em proporcionar um ambiente de mais qualidade aos servidores e, consequentemente, na prestação de serviços públicos.

Em Mato Grosso, são 2.961 pessoas que utilizam o equipamento, em 33 cidades (incluindo Cuiabá e Várzea Grande). Mais de 90% é do sexo masculino. 

As Varas Criminais de Cuiabá e Várzea Grande concentram a maior demanda das tornozeleiras eletrônicas.

Participaram da inauguração diretores do Sindicato dos Servidores Penitenciários, João Batista Pereira e Jacira Silva; secretário adjunto de Inteligência da Sesp, Osny Arnon, servidores da central e da sede da Sejudh.